Contactos para espectáculos

Contactos para espectáculos
CONTACTOS PARA ESPECTÁCULOS

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

ORIGEM de Mário Raínho

Duma remota paisagem,

Dizem que veio um menino

Nas naus de torna-viagem

Passageiro clandestino.

Diz que mal entrou a barra

Soltou a voz da garganta

E ao som duma guitarra

Chorou, mas como quem canta.

Mas cá pra mim

Ele tem feições de mouro

Menino d’ouro

Abandonado

Que por Alfama, p’la Moirama,

Por Lisboa,

Cresceu à toa,

Cresceu

E CHAMA-SE FADO !

Há quem diga que esse fado

Nascido não sei aonde,

É o fruto do pecado

Duma rameira e dum conde

Do Brasil veio até nós...

Já ouvi mais que uma vez.

MAS ELE CANTA A NOSSA VOZ,

SEM SOTAQUE E EM PORTUGUÊS !

A Marcha da Mouraria, tem o seu quê de bairrista...

Photobucket

Noite de Santo António em Lisboa

Photobucket

Photobucket

Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket

Photobucket