Contactos para espectáculos

Contactos para espectáculos
CONTACTOS PARA ESPECTÁCULOS

domingo, 11 de setembro de 2011

"TUDO ISTO É FADO" de Aníbal Nazaré

Perguntaste-me outro dia
Se eu sabia o que era o Fado
Eu disse que não sabia
Tu ficaste admirado

Sem saber o que dizia
Eu menti naquela hora
E disse que não sabia
Mas vou-te dizer agora

Almas vencidas, noites perdidas, sombras bizarras
Na Mouraria canta um rufia, choram guitarras
Amor ciúme, cinzas e lume, dor e pecado
Tudo isto existe, tudo isto é triste, tudo isto é fado

Se queres ser o meu senhor
E teres-me sempre a teu lado
Não me fales só de amor
Fala-me também de Fado

A canção que é meu castigo
Só nasceu p'ra me perder
O Fado é tudo o que eu digo
Mais o que eu não sei dizer


Photobucket

A Marcha da Mouraria, tem o seu quê de bairrista...

Photobucket

Noite de Santo António em Lisboa

Photobucket

Photobucket

Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket

Photobucket