Contactos para espectáculos

Contactos para espectáculos
CONTACTOS PARA ESPECTÁCULOS

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

MINHA MÃE EU CANTO A NOITE de Vasco de Lima Couto

Minha mãe eu canto a noite

Porque o dia me castiga

É no silêncio das coisas

Que eu encontro a voz amiga


Minha mãe eu sofro a noite

Neste amor em que me afundo

Porque as palavras da vida

Já não têm outro mundo


Minha mãe eu grito a noite

Como um barco que te afasta

E naufraga no mar alto

Ao pé da onda mais casta


Minha mãe o que fizeste

O que fez o teu amor

Naquela hora tardia

Em que me pariste em dor


Por isso sou este canto

Minha mãe, tão magoado

Que visto a noite em meu corpo

Sem destino, mas com fado


Photobucket

A Marcha da Mouraria, tem o seu quê de bairrista...

Photobucket

Noite de Santo António em Lisboa

Photobucket

Photobucket

Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket Photobucket Photobucket Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket
Photobucket

Photobucket